, ,

Quanto tempo dura o "pra sempre"?

17:16

 
Foi em um desses altos e baixos da vida, mais precisamente quando eu estava tão alto que havia me esquecido o quão ruim era estar embaixo. Eu me sentia tão bem que já estava acostumada com as borboletas no estomago, não me lembrava o que era me decepcionar com o amor mesmo vendo esboços disso a minha volta, a todo instante eu via corações partidos, ironias acostumadas, falsa alegria, sorrisos plagiados, eu sentia como se a minha alegria fosse ofensiva a todas essas pessoas que me rodeavam, e pensava muito no se... Se tudo acabasse de alguma forma inesperada? Se eu for tão longe que me perca eternamente até me encontrar? Se eu for a única a brandir lágrimas e mais lágrimas?
 Tudo o que passa por cada um de nós deixa marcas, e eu praticamente estava cavando um túnel no meu coração, em um instante não me importavam as consequências, no outro, o maldito SE me fazia amargurar o futuro incerto. De fato: eu quis, eu fui, eu fiz, e eu vivi a melhor fase da minha vida, inconsequente e insanamente até o que poderia ser o limite. O limite do meu “felizes para sempre”, até o ponto em que acabou.

 Pronto! Sem chão, sem rumo, sem sentido... primeiramente um estado de vácuo, onde nada fazia sentido, nada parecia acontecer, na realidade nada realmente acontecia, não comigo, e o que eu descobri? Existe vida após término de namoro, depois do “para sempre” vem o “to be continued”. Não, o mundo não para de girar e a vida prossegue isso é obvio, a não ser que você seja uma paranoica suicida e não aguente viver sem seu príncipe encantado...  Desencana! O sol vai nascer do mesmo jeito amanha e depois de amanha e é assim desde que o mundo existe, e outra, isso não quer dizer que o para sempre não exista.
 Existe sim, naquela piada sem graça que você vai sempre rir quando lembrar, no perfume de um desconhecido na rua, na monotonia até. FOI uma fase linda da minha vida, vai sempre ser o melhor playlist de memórias que eu poderia ter e estará pra sempre dentro de mim, mas o MIM é muito grande e sempre da pra guardar um pouquinho de experiência e aumentar a intensidade das emoções,  não é pra ser substituível, é pra ser eterno mas cada vez menos impactante, porque depois do sempre, tem sempre mais.
Tainá Yasmim

 Esse texto foi escrito por minha amiga Tainá Yasmim e como eu, ela é apaixonada por literatura e adora escrever textos milimetricamente pensados e com doses estratégicas de drama! Haha Espero que ela escreva mais pra vocês lerem tudo aqui no blog.

Posts relacionados

2 COMENTÁRIOS