Emagrecimento, dieta e saude - Como perdi 7kg sem deixar de comer nada!

20:27

Oi meninas, tudo bem com vocês? O post de hoje é sobre um assunto um pouco diferente do que vocês costumam ver por aqui e eu fiquei um pouco com o pé atrás de falar sobre isso mas como muitas meninas repararam que eu emagreci muito e pediram para que eu falasse sobre o assunto, eu resolvi criar esse post. Então, se você se interessa por esse tipo de post, leia até o final porque a história é longa.
 
Vou começar contar minha história desde criança pra vocês entenderem que apesar de parecer, eu não emagreci de uma hora pra outra. Eu nunca fui magra na minha vida e até hoje não me acho magra, talvez por ter sido gordinha a vida toda eu não consiga me ver dessa forma. Eu fui uma criança gordinha e creio que além de ter uma predisposição genética a alimentação da minha família contribuía bastante pra isso. 

Meus pais sempre trabalharam fora e eu e meu irmão passávamos o dia em casa com as inúmeras babás que tivemos na vida haha. Minha mãe fazia todas nossas vontades e na hora do super mercado a gente fazia questão de ir junto pra lotar o carrinho de tudo que toda criança ama comer! A gente vivia a base de bolacha recheada, salgadinho, sucos artificiais, refrigerantes, doces, hambúrgueres, frituras, alimentos industrializados e tudo que a gente sentisse vontade a gente comia. Nos alimentávamos dessa forma todos os dias da semana e no fim de semana cada um escolhia um prato diferente e é claro, a sobremesa! Tive a sorte (ou não) de ter uma mãe expert na cozinha, então, o céu era o limite quando eu para pra pensar no que comer no almoço de domingo.


Nas fotos acima vocês podem ter uma noção de como fofura transbordava em mim haha. Me lembro de nunca me preocupar muito com o meu peso quando criança, eu era a coleguinha gorda da sala, era gorda do grupinho de amigas da rua mas isso não fazia a menor diferença pra mim. Meus pais também pareciam não se preocupar muito com meu sobrepeso, tem gente mais velha que acha até hoje que gordura é sinônimo de saúde e que magreza é sinonimo de doença kkk. 
Aos 11 anos minha mãe me levou pela primeira vez em uma nutricionista que alertou que continuar gorda poderia trazer problemas pra minha saúde no futuro e me passou uma dieta, ela disse que se eu completasse 12 anos gorda nunca mais iria ser magra na vida! Hoje isso não faz o menor sentido mas na época eu fiquei assustada kkk.
Mesmo assustada, nos próximos anos continuei comendo minha comida gostosa e é claro, continuei acima do peso. Quando entrei no ensino fundamental, pela primeira vez o meu peso começou a me incomodar, parecia que todo mundo era magro e só eu não! Nessa época surgiam umas neuras na minha cabeça e eu tentava parar de comer ou fazer "dieta" mas isso acabava me deixando ansiosa então eu só comia mais. Além disso eu nunca gostei de esportes. Então, chegava da escola e passava o dia  sem fazer nada, não fazia educação física, não brincava na rua, não fazia nenhum exercício e tinha muito tempo de sobra. Adivinha o que eu fazia o tempo todo? Comia e assistia TV!

Lá pelos meus 13 anos comecei a ficar mais vaidosa e a querer me arrumar e com isso surgiu uma vontade maior de emagrecer, isso teve muita influência da internet (foi nesse época que eu criei o blog) eu havia encontrado uma ocupação, então isso diminuiu muito minha ansiedade e eu passei a comer bem menos. Nesse tempo algumas coisas começaram a mudar dentro da minha casa. Minha mãe parou de comprar tanta besteira e começou a criar uma consciência em relação a alimentação.

Essa sou eu na primeira foto com 14 e na segunda com 15 anos. Lembro que da 8º série para o ensino médio eu emagreci muuuito rápido. Foi como se eu saísse do ensino fundamental e voltasse das férias outra pessoa.

O que causou esse emagrecimento?


-Mudança da alimentação da família: Eu não parei de comer absolutamente nada, eu como sanduíche, bebo refrigerante, como doce, não cortei nada da minha vida! Só que hoje em dia não faço esse tipo de coisa com frequência. Minha mãe mudou na hora de fazer as compras no super mercado e hoje não temos aquele mundo de opções em casa como antes, isso foi muito importante! Nos lanches como um pãozinho ou bolacha, tomo café. No almoço, arroz, feijão, verdura, salada e alguma carne. Não sai disso. Bolacha recheada, refrigerante, sanduíche, suco artificial e doce são coisas que aparecem por aqui em ocasiões especiais, não falo nem em fim de semana, só em datas comemorativas meeesmo! Também como quando saio pra algum lugar e não acho que isso me faça engordar porque não é algo que eu faça tooodos os dia.

Outra coisa importante foi mudar a preparação da comida. Antigamente na feira vinham 6 latas de óleo para um mês! Hoje a gente gasta 1 lata de óleo para o mês inteiro! Isso faz uma diferença absurda. Diminuímos frituras, preferimos carne branca e usamos menos sal e temperos industrializados. Mas não pense que eu como só folha igual a mulherada posta no instagram, looonge disso! Também parei de tomar suco durante as refeições, antigamente eu sempre tomava sucos artificiais enquanto almoçava, depois minha mãe parou de comprar e eu simplesmente não sinto a mínima falta, acabei esquecendo.

Ocupação: Meu peso sempre teve muita relação com meu emocional então até hoje se eu passo muito tempo ESTRESSADA, ANSIOSA, DESOCUPADA  ou ENTEDIADA eu começo a comer. Se antigamente eu tinha muita dificuldade pra emagrecer hoje eu tenho uma facilidade grande pra emagrecer e engordar, ou seja, ficar no efeito sanfona. O que não é nada legal! Por isso passei a ficar bem atenta ao meu emocional e falo isso pra alertar vocês, muita gente não entende porque não consegue emagrecer e creio que isto está diretamente ligado ao nosso bem estar emocional, esteja bem com a mente e estará bem com o seu corpo.

Vou dar um exemplo que algumas leitoras perceberam através do blog e que foi o motivo desse post:

  
Antigamente eu não postava looks então vocês não viam muito o que acontecia com meu corpo, do ano passado pra cá eu passei a fazer isso com maior frequência então muita gente reparou que eu emagreci. Vou explicar o que aconteceu.

No início de 2013 eu passei pelo fim de um relacionamento e emagreci muuuito, cheguei a pensar 53 quilos (o que eu nunca pesei na vida) como eu já disse, minha fome tem muito a ver com o meu emocional. No fim de 2013 com o stress no 3º ano, a pressão pra escolher uma faculdade, o curso técnico que eu odiava e o trabalho eu cheguei a pesar 64 quilos, na época eu malhava, então tinha também um pouco de massa muscular que eu ganhei mas mesmo assim eu estava muuuito além do meu peso ideal. 7 quilos acima do meu peso!


Em 2014 tuuudo vai bem, entrei na faculdade, no curso que queria, arrumei outro trabalho que não ocupa tanto tempo e não me deixa tão estressada e larguei o curso que eu odiava. Como tudo vai bem mesmo sem fazer dieta ou academia eu emagreci 7 quilos e estou pesando o que eu queria, 56 quilos!

 

É claro que o que eu faço ainda não é o ideal, ainda como coisas que não devia na faculdade que poderiam ser substituídas por coisas mais leves, também falta fazer exercícios regulares pelo menos 3 vezes na semana pra que eu posso me manter saudável mas o que quero dizer nesse post, é que o que fez a grande diferença na minha história de emagrecimento foram pequenas mudanças no dia-a-dia e o controle do meu emocional
Você não precisa se privar de tudo, dessa forma ninguém consegue e uma hora acaba desistindo. Torne as comidas gordas coisas eventuaias, mude o que você come dentro da sua casa (é em casa que você passa a maior parte do tempo ocioso e isso é um perigo!)  e principalmente, procure se sentir feliz, assim o seu corpo vai funcionar bem! Espero que vocês tenham gostado do post e qualquer duvida é só perguntar nos comentários, beijos.

You Might Also Like

0 COMENTÁRIOS

FÃ PAGE

PINTEREST